Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MOURISCAS - TERRAS E GENTES

Criado em 2004 para falar de Mouriscas e das suas gentes. Muitos artigos foram transferidos doutro espaço. Podem ter desaparecido parágrafos ou espaços entre palavras, mas, em geral, os conteúdos serão legíveis e compreensíveis.

MOURISCAS - TERRAS E GENTES

Criado em 2004 para falar de Mouriscas e das suas gentes. Muitos artigos foram transferidos doutro espaço. Podem ter desaparecido parágrafos ou espaços entre palavras, mas, em geral, os conteúdos serão legíveis e compreensíveis.

Dr. Carlos Alberto Santana Maia (2)

18.09.06 | João Manuel Maia Alves
c_a_s_maia.JPG(Continuação)Foi membro do Conselho Regional de Coimbra da Ordem dos Médicos, de 1971 a 1973, do Conselho Disciplinar Regional, de 1974 até 1976, e, em 1981, foi nomeado pelo Conselho Nacional Executivo, Coordenador Nacional da então criada Especialidade de Medicina Interna, a cujo primeiro júri de exames presidiu.Foi Presidente, a partir de 1988, do Conselho Regional do Centro da Ordem dos Médicos, cargo para que foi reeleito em Dezembro de 1989. Em Novembro de 1988 foi eleito, em Berlim, Vice-Presidente da Comissão de Médicos Assalariados do Comité Permanente dos Médicos da CEE, passando, com a reestruturação das Comissões, a desempenhar a Vice-Presidência da Comissão de Organização dos Cuidados de Saúde, Segurança Social, Economia de Saúde e Indústria Farmacêutica. Nas eleições de 1989, para Bastonário da Ordem dos Médicos, desempenhou as funções de Presidente do Conselho Eleitoral Nacional.Em 16 de Dezembro de 1992 foi eleito Bastonário da Ordem dos Médicos, com mais de 60% dos votos expressos, numas eleições com elevada participação, às quais concorreram também os Professores Machado Macedo e Gentil Martins e em que obteve maioria absoluta em todos os distritos do Continente e nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira. Tornou posse do cargo em 16 de Janeiro de 1993, em cerimónia realizada na Sede da Ordem dos Médicos e presidida por Sua Excelência o Presidente da Assembleia da República, Prof. Barbosa de Melo.Passou a desempenhar funções de Conselheiro no Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida e no Conselho Económico e Social e presidiu ao Conselho Nacional das Profissões Liberais até 31 de Dezembro de 1994.De Abril de 1993 a 31 de Dezembro de 1994 foi Presidente do Comité Permanente dos Médicos Europeus, funções que passaram a ser então desempenhadas pela Associação Médica Pan-Helénica.Em Janeiro de 1996, no termo do mandato, cessou as funções de Bastonário da Ordem dos Médicos, passando, pelo Despacho 41/96, de 8 de Fevereiro, da Ministra da Saúde, a desempenhar o cargo de Presidente do Grupo de Trabalho para a elaboração da Carta de Equipamentos de Saúde, cujo Relatório Final foi apresentado em Março de 1998.Em 1991, foi eleito Vice-Presidente da Direcção da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna, tendo sido eleito Presidente da mesma em Abril de 1996, para o biénio seguinte.Por Despacho da Ministra da Saúde de 29 de Abril de 1998 foi nomeado para o cargo de Presidente da Comissão Instaladora do Centro de Medicina de Reabilitação da Região Centro - Rovisco Pais.Em 2 de Janeiro de 2002, terminado o regime de instalação, foi nomeado, por Despacho do Ministro da Saúde, Presidente do Conselho de Administração do Centro de Medicina de Reabilitação da Região Centro - Rovisco Pais.Por Despachos do Ministro da Saúde, respectivamente de 22 de Dezembro de 2003 e de 30 de Janeiro de 2004, foi novamente nomeado Presidente do Conselho de Administração do Centro de Medicina de Reabilitação da Região Centro - Rovisco Pais, assumindo também as competências próprias do cargo de Director Clínico.Em 2003 foi nomeado como membro da Plataforma de Observação e Acompanhamento da Saúde, estrutura criada pela Ordem dos Médicos.(Continua)