Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MOURISCAS - TERRAS E GENTES

Criado em 2004 para falar de Mouriscas e das suas gentes. Muitos artigos foram transferidos doutro espaço. Podem ter desaparecido parágrafos ou espaços entre palavras, mas, em geral, os conteúdos serão legíveis e compreensíveis.

MOURISCAS - TERRAS E GENTES

Criado em 2004 para falar de Mouriscas e das suas gentes. Muitos artigos foram transferidos doutro espaço. Podem ter desaparecido parágrafos ou espaços entre palavras, mas, em geral, os conteúdos serão legíveis e compreensíveis.

Antroponíma mourisquense (6)

13.09.05 | João Manuel Maia Alves
(Continuação)

Total de nascimentos/baptizados, de crianças do sexo masculino e sexo feminino, registados, na freguesia de Mouriscas entre os anos de 1860 e 1910, por anos:

Nota: o número seguido de * corresponde aos baptizados do sexo feminino.

1860: 66(33,33*);

1861: 74(39, 35*); 1862: 68(38, 30*); 1863: 56(25,31*); 1864: 68 (32, 36*); 1865: 61 (30, 31*); 1866: 47 (18,29*); 1867: 71 (37,34*); 1868: 53 (23,30*); 1869: 41 (24,17*); 1870: 43(21, 22*)

1871: 55 (28, 27*); 1872: 65 (34,31*); 1873: 47 (23, 24*); 1874: 62 (32,30*); 1875: 45(31, 14*); 1876: 54 (21,33*); 1877: 59 (33, 26*); 1878: 61 (33, 28*); 1879: 58 (30, 28*); 1880: 67 (32, 35*);

1881: 71 (34, 37*); 1882: 60 (35, 25*); 1883: 72 (45, 27*); 1884: 69 (33, 36*); 1885: 67(33, 34*); 1886: 71 (40, 31*); 1887: 72 (39, 33*); 1888: 86 (47, 39*); 1889: 86 (46, 40*); 1890: 81 (36, 45*);

1891: 70 (26, 44*); 1892: 84 (40, 44*); 1893: 93 (51, 42*); 1894: 84 (45, 39*); 1895: 94 (45, 39*); 1896: 75 (36, 39*); 1897: 123(66, 57*); 1898: 93 (48, 45*); 1899: 94 (59, 35*); 1900: 79 (45, 34*);

1901: 102 (46, 56*); 1902: 100 (49, 51*); 1903: 105 (54, 51*); 1904: 84 (45, 39*); 1905: 108 (46, 72*); 1906: 112 (45, 67*); 1907: 107 (53, 54*); 1908: 118(64, 54*); 1909: 89 (43, 46*); 1910: 112 (72, 40*).

Mostram-nos este números, apresentados por décadas, ser a década de 1871 aquela que apresenta o menor número de baptizados, com um mínimo de 45 em 1875 e um máximo de 67 em 1880. Nesta década, constata-se ter havido mais registos/baptismos de rapazes, em todos os anos, excepto em 1873, 1876 e 1880 em que predominam as raparigas. Ao maiores desequilíbrios entre sexos verifica-se em 1875, 31 do sexo masculino conta 14 do sexo feminino e em 1876, em que se registaram 21 contra 33.

Nas décadas seguintes, 1881 e 1891, continuamos a verificar um maior número de registos/baptismos de crianças do sexo masculino do que do sexo oposto. As maiores discrepâncias entre os dois sexos constata-se nos anos1883(45, 27) e 1899(59,35)

Finalmente, na década 1901, a situação inverteu-se, constatando-se um maior número de registos/baptismos de crianças do sexo feminino: seis anos contra quatro. São mais relevantes os anos de 1905(46, 72) e 1906(45, 67).

Dando de seguida relevo ao número de nascimentos/baptizados, de crianças do sexo masculino e sexo feminino, registados, na freguesia de Mouriscas entre os anos de 1860 e 1910, por ordem decrescente, e por escalões, temos:

125-101

123(66, 57*):1897; 118(64, 54*):1908; 112 (45, 67*):1906; 112 (72, 40*):1910; 108 (46, 72*):1905; 107 (53, 54*):1907; 105 (54, 51*):1903; 102 (46, 56*):1891;

100-76

100 (49, 51*):1902; 94 (45, 39*):1895; 94 (59, 35*):1899; 93 (51, 42*):1893; 93 (48, 45*):1898; 89 (43, 46*):1909; 86 (47, 39*):1888; 86 (46, 40*):1889; 84 (40, 44*):1892; 84 (45, 39*):1894; 84 (45, 39*):1904; 81 (36, 45*):1890; 79 (45, 34*):1900;

75-51

75 (36, 39*):1896; 74 (39, 35*):1861; 72 (45, 27*):1883; 72 (39, 33*):1887; 71 (37,34*):1867; 71 (34, 37*):1881;71 (40, 31*):1886; 70 (26, 44*):1891; 69 (33, 36*):1884; 68 (38, 30*):1862; 68 (32, 36*):1864; 67 (32, 35*):1880; 67 (33, 34*):1885; 66 (33,33*): 1860; 65 (34,31*):1872; 62 (32,30*):1874; 61 (30, 31*):1865; 61 (33, 28*):1878; 60 (35, 25*):1882; 59 (33, 26*):1877; 58 (30, 28*):1879; 56 (25,31*):1863; 55 (28,27*):1871; 54 (21,33*):1876; 53 (23, 30*):1868;

menos de 50

47 (23, 24*):1873; 47 (18,29*):1866; 45 (31, 14*):1875; 43 (21, 22*):1870; 41 (24,17*):1869.

Uma breve análise sobre o número de nascimentos/baptizados, de crianças do sexo masculino e sexo feminino, registados, na freguesia de Mouriscas entre os anos de 1860 e 1910 mostra significativas variações de ano para ano, que oscilam entre os 123, o máximo, em 1897 e 41 no ano de 1869, o mínimo.

De salientar que o número de nascimentos/baptizados superior a 100, surgiu depois 1891 e, especialmente, na primeira década do século XX, verificando-se um significativo aumento, depois de 1880. Este aumento demográfico deveu-se a vários factores:

- Níveis mais elevados das taxas de natalidade e menores percentagens da mortalidade infantil, verificados no Ribatejo a partir dos meados do século XIX;

- Melhoria das condições de vida da população: melhores transportes, desenvolvimento da agricultura, subida dos preços dos produtos agrícolas, aumento do poder de compra, ... .

(Continua)

Autor do artigo: Carlos Lopes Bento