Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MOURISCAS - TERRAS E GENTES

Criado em 2004 para falar de Mouriscas e das suas gentes. Muitos artigos foram transferidos doutro espaço. Podem ter desaparecido parágrafos ou espaços entre palavras, mas, em geral, os conteúdos serão legíveis e compreensíveis.

MOURISCAS - TERRAS E GENTES

Criado em 2004 para falar de Mouriscas e das suas gentes. Muitos artigos foram transferidos doutro espaço. Podem ter desaparecido parágrafos ou espaços entre palavras, mas, em geral, os conteúdos serão legíveis e compreensíveis.

Interessante estatística

15.08.04 | João Manuel Maia Alves
Entre 27 de Dezembro de 1859 e 29 de Outubro de 1911 foram baptizadas 3910 pessoas na paróquia de S. Sebastião, freguesia de Mouriscas, concelho de Abrantes. Eram 1933 (49,44 %) do sexo feminino e 1977 (50,56 %) do sexo feminino.

Às 3910 pessoas foram postos 379 nomes diferentes. Os quinze nomes mais utilizados (60,7 % do total) foram Maria (523), Manoel (266), António (223), José (214), Francisco (213), João (179), Joaquim (128), Luiz (118), Luiza (96), Rosária (93), Joaquina (88), Jacintha (73), Augusto (56), Ludovina (56) e Francisca (46).

Foram utilizados 54 nomes duas vezes e 172 nomes só foram utilizados uma vez.

Nomes usados invulgares: Airoso, Amador, Amanta, Andreia, Andreza, Artemiza, Caitana, Carina, Celina, Deolindo, Emerencia, Epiphanio, Evarinda, Fausto, Fiel, Firme, Florencia, Florencio, Generosa, Germano, Honorato, Humbelina, Jacob, Jesus, Lasaro, Leão, Leonisa, Leontina, Marceliano, Marcelina, Michelina, Militina, Petronilha, Philoromo, Primitivo, Primo, Pulqueria, Secundino, Soledade, Teophilo, Teotonia, Tobias, Ulisses, Umbelina, Urraca, Ursula e Valencio.

As referidas pessoas nasceram em 71 casais.

Foram baptizadas nas Mouriscas uma pessoa natural de cada um dos seguintes locais: Torre das Vargens, Faxeiros, Ribeiro Davide e freguesia do concelho do Cartaxo. Foi baptizada uma exposta.

Os treze casais onde nasceram mais pessoas (60 % do total) foram: Ferrarias (308), Engarnaes Cimeiros (246), Casal da Egreja (244), Camarrão (205), Pinheiro (196), Entre Serras (176), Carreira (153), Vimieiro (145), Lercas (137), Engarnaes Fundeiros (132), Casas Novas (123), Casal dos Castanhos (122) e Outeiro Fundeiro (118).

Os treze casais onde nasceram menos pessoas foram: Ponte (4), Vale da Fontinha (4), Anselmo (4), Apeadeiro (3), Outeiro do Cepo (3), Bexiga (2), Rio Frio (2), Telheiros (2), Casal da Foz (1), Casal da Milha (1) e Escorrega (1).



Este artigo foi escrito por Augusto Maia Alves

No texto a palavra “exposta” significa enjeitada, abandonada pelos pais

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.