Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MOURISCAS - TERRAS E GENTES

Criado em 2004 para falar de Mouriscas e das suas gentes. Muitos artigos foram transferidos doutro espaço. Podem ter desaparecido parágrafos ou espaços entre palavras, mas, em geral, os conteúdos serão legíveis e compreensíveis.

MOURISCAS - TERRAS E GENTES

Criado em 2004 para falar de Mouriscas e das suas gentes. Muitos artigos foram transferidos doutro espaço. Podem ter desaparecido parágrafos ou espaços entre palavras, mas, em geral, os conteúdos serão legíveis e compreensíveis.

Versos de Maria Neffe

06.04.05 | João Manuel Maia Alves

Este artigo foi publicado em 31 de Janeiro de 2005. Saiu, no entanto, incompleto. Faltaram notas biográficas da autora. Por essa razão, é de novo publicado, desta vez sem mutilações.



-- O Dia da Nossa Mãe --

O dia da nossa Mãe
Não o podemos esquecer
E vamos festejá-lo com alegria
Com muito amor e prazer

É um dia muito feliz
Para aqueles que têm Mãe
Porque amor como o dela
Não o temos de mais ninguém.

Minha mãe partiu para a Eternidade
E nunca mais vai voltar
E nesse dia a minha saudade
O seu retrato vai emoldurar.

O amor da nossa Mãe
É o mais belo que a nossa vida tem
E hoje vamos festejá-lo
Porque é o dia da nossa Mãe.

-- Dia da Mãe --

 

Gostava de ser uma estrela e estar
No Céu a brilhar e no dia da nossa Mãe
Com muita luz a iluminar.

Ó minha Mãe, minha Mãe
Ó minha mãe tão queridinha
Nos teus braços me embalaste
Quando eu era pequenina.

Cantavas uma canção
que nunca pude esquecer
Eu fechava os meus olhinhos
e acabava por adormecer.

A minha mãe já partiu
Rosas para o Céu eu vou enviar
Minhas lágrimas serão pérolas
que as irão ornamentar.

E nesse dia tão querido
Que todos se lembrem bem
de o festejarem com alegria
porque é o Dia da nossa Mãe.

 


-- Quem é Maria Neffe --

Filha de pai mourisquense, Maria Neffe nasceu em Lisboa. Em jovem visitou muitas vezes Mouriscas, onde passou férias em casa de tios e tias.

Maria Neffe tem vivido a maior parte da sua vida fora de Portugal. Viveu em países e territórios tão distantes como o Brasil, Curaçau, Moçambique e África do Sul. É neste país que atualmente reside. Muitos dos seus versos e contos têm sido publicados no Século de Joanesburgo, jornal que serve a numerosa comunidade lusa no grande país do extremo sul da África.

Na década de 90 do século passado visitou Mouriscas, onde não vinha há mais de cinquenta anos.

Maria Neffe, mesmo longe, nunca esqueceu Mouriscas, onde gostaria de ter nascido. Porque assim é, Maria Neffe deve ser considerada uma quase-mourisquense e merece um lugar neste blogue.