Sábado, 25 de Dezembro de 2004

Mouriscas nos anos 30 (2)

Continuemos com informações sobre Mouriscas constantes do Boletim da Junta da Província do Ribatejo (N.º 1, Ano 1937 - 40).

Feiras e Mercados — Não se realizam na área da freguesia.

Festas tradicionais — Na sede da freguesia e em Vale de Matos realizam-se, nos dias 20 de Janeiro, Domingo de Espírito Santo, e 15 de Agosto, as tradicionais festas de S. Sebastião, do Espírito Santo e da Senhora dos Matos, promovidas por comissões e que representam a devoção religiosa dos seus habitantes. Romarias não se realizam.

Vias de comunicação — Mouriscas é sede de estação de caminho de ferro. Alvega - Ortiga e Alferrarede são as estações que mais próximas ficam da sua estação. A estação fica distanciada da sede da freguesia 3,152 quilómetros.

Distância às povoações mais próximas: a Panascoso, por estrada nacional, 9 quilómetros, a Barca do Pego, 8 quilómetros e a Abrantes, 16 quilómetros. Na área da freguesia passa a estrada nacional nº 83, 2ª classe, que serve Panascoso, Mação, Alferrarede e Abrantes. — Há um porto fluvial, o da Barca de Bandos. — Há uma carreira de camionete que serve a freguesia e que de Carvoeiro se dirige para Alferrarede. — Não tem automóveis de aluguer.

Produção — As principais produções são azeite, figo seco, cereais e vinho. Como indústria tem: indústrias de esparto (fabrico de ceiras), a de cerâmica e a de azeite. Não existe qualquer indústria caseira. Possui moinhos de vento, moagens, azenhas, fábricas de destilação e 20 lagares de azeite, na sua maioria bem apetrechados com maquinaria moderna. – A produção que mais se tem desenvolvido é a do azeite. — Não são muitos os terrenos incultos e a agricultura é feita por processos primitivos. — As culturas que predominam são as do milho e da batata.

Comércio — A principal natureza do seu comércio é mercearia, predominando, como estabelecimentos comerciais, as mercearias. — As localidades com que mantém mais relações comerciais são Rossio ao Sul do Tejo, Alferrarede, Lisboa e Pôrto. — Tem farmácia.

Instrução — Na sede da freguesia existem escolas de ambos os sexos e nos Engarnais Fundeiros uma escola mixta. Há postos escolares em Entre-Serras e Casas Novas.

Associações e Instituições — Em 15 de Agosto de 1935 foi criada a "Casa do Povo" que organizou o Rancho das Azeitoneiras que no Cortejo Folclórico realizado, em Lisboa, no dia 30 de Maio de 1937, tão assinalado êxito obteve. — Não tem filarmónicas nem quaisquer outras associações ou instituições.

Águas — A freguesia é abastecida por fontes de bica e chafurdo. — Não tem qualquer água com propriedades medicinais. Não há rede de esgotos.

Luz eléctrica — Não tem energia eléctrica nem qualquer espécie de iluminação pública.

Igrejas e Capelas — Há na sede da freguesia a Igreja Matriz, e Capelas em Vale de Matos, no Espírito Santo e outra em Lercas, esta de recente construção e feita por subscrição pública.

Cruzeiros — Existe um cruzeiro no lugar da Venda.

Folclore — Trajos e costumes vulgares.

Casas brasonadas, pelourinhos, conventos, estátuas, monumentos e padrões, não existem.

Emigração faz-se para o Brasil e para África, mas em menor escala.

Especialidades em doces — "Tijeladas", "marmelada" e "bolos de noiva".

Pontos dignos do serem visitados — Poço da Talha, Mieirão, Gruta da Nossa Senhora da Lapa, Moinho da Atalaia, pontos de onde se disfrutam óptimos panoramas e vastos horizontes.

Não existem quaisquer elementos militares na freguesia. — "Legião Portuguesa" e "Mocidade Portuguesa" não há.


Nota – Existem no texto deste artigo ortografias antiquadas. “Mixta” foi substituído por “mista” e “Pôrto” hoje não leva acento. É referida a freguesia de “Panascoso”; o nome actual desta localidade é “Penhascoso”.
publicado por João Manuel Maia Alves às 08:39
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Casamentos à moda antiga ...

. Casamentos à moda antiga ...

. Casamentos à moda antiga

. Alcino Serras - atleta d...

. Paulo Lourenço – trabalho...

. Paulo Lourenço – trabalho...

. Major-general médico Carl...

. Curioso costume

. Notícia de 1901

. Chuva de estrelas nas fes...

.arquivos

. Junho 2016

. Maio 2016

. Maio 2014

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds