Sábado, 24 de Maio de 2008

João Dias Agudo, educador e cooperativista

João Dias Agudo nasceu em 14 de Agosto de 1898, nos Engarnais Cimeiros, em Mouriscas. Faleceu em 1984. Era filho de Manuel Dias Agudo e Maria Marques. A sua irmã, Maria Marques, foi recordada em 1 de Outubro de 2004, no artigo “Mestras de Costura”. Foi uma notável modista e mestra de costura. O seu irmão, Francisco Dias Agudo, foi um ilustre professor de matemática e reitor de liceus. Também merece recordado, o que será feito noutro artigo. É sobre a figura de João Dias Agudo que este artigo se debruça. Pelas suas realizações este mourisquense bem merece ser recordado ou dado a conhecer.

João Dias Agudo concluiu o curso de professor primário em Castelo Branco no ano de 1916. Deu aulas em várias escolas, antes de se fixar em Lisboa, de 1935 a 1954. Reformou-se relativamente cedo, aos 56 anos, parece que por discordâncias com o rumo político e com os métodos e organização do ensino.

Entre 1942 e 1980 foram publicados os seguintes livros de João Dias Agudo:

-A criança e a educação
-Educação para a paz
-O sincretismo infantil: uma experiência pedagógica
-Virtudes da cooperação
-Cooperação e cooperadores
-Cooperativas de consumo
-Doutrina e doutrinadores do cooperativismo
-O perfeito cooperador: suas principais características.

Podem dividir-se estas obras em dois grupos: as dedicadas à educação e as viradas para o cooperativismo. Educação e cooperativismo foram as duas grandes áreas de intervenção de João Dias Agudo. Acabada a carreira de professor, dedicou-se de corpo e alma ao cooperativismo.

Em 1945, com prefácio de António Sérgio, João Dias Agudo publicou “A criança e a Educação”, o seu livro mais importante da área educativa. António Sérgio foi uma das figuras mais conhecidas e prestigiadas da oposição ao regime derrubado em 25 de Abril de 1974. Dedicou uma especial atenção à educação e ao movimento cooperativista. Que tenha acedido a prefaciar a referida obra de João Dias Agudo diz bem da reputação de que o ilustre mourisquense gozava.

Abordando questões pedagógicas e métodos de ensino, João Dias Agudo colaborou assiduamente com jornais como a “República”, a “Luta”, e o “Diário de Lisboa”. Também escreveu regular e longamente para a imprensa de educação e ensino.

Opôs-se à legislação que, no início da ditadura saída do movimento do 28 de Maio de 1926, impedia a existência de associações de professores.

O cooperativismo é uma doutrina económica que considera as cooperativas como fundamentais na produção e distribuição de bens. Uma cooperativa é uma associação de pessoas que se unem, voluntariamente, para satisfazer aspirações e necessidades económicas, sociais e culturais comuns, através de uma empresa de propriedade comum e democraticamente gerida. O movimento cooperativo apareceu em Portugal nos meados do século XIX, como nos demais países europeus. Durante o regime salazarista as cooperativas viveram com grandes dificuldades. A partir de 1951, com a criação do "Boletim Cooperativista" e sob a inspiração do referido António Sérgio, o movimento cooperativo sofreu uma forte renovação.

João Dias Agudo foi um grande defensor e divulgador do cooperativismo. Atestam-no os vários livros que dedicou ao assunto bem como a sua assídua e regular colaboração na imprensa, generalista ou especializada. Quem lia jornais nos anos 60 ou 70 do século passado frequentemente encontrava neles o nome deste ilustre mourisquense. João Dias Agudo era um nome bastante conhecido. Muita gente o associava a cooperativismo.

Com elevado idealismo e espírito de amor ao próximo e à comunidade, João Dias Agudo foi activo defensor de duas causas nobres – a educação e o cooperativismo. Mouriscas o viu nascer e dele deve orgulhar-se.
publicado por João Manuel Maia Alves às 19:35
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Casamentos à moda antiga ...

. Casamentos à moda antiga ...

. Casamentos à moda antiga

. Alcino Serras - atleta d...

. Paulo Lourenço – trabalho...

. Paulo Lourenço – trabalho...

. Major-general médico Carl...

. Curioso costume

. Notícia de 1901

. Chuva de estrelas nas fes...

.arquivos

. Junho 2016

. Maio 2016

. Maio 2014

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds