Terça-feira, 30 de Maio de 2006

Dr. João Santana Maia (2)

Um encontro do passado com o presenteRecordar o ilustre mourisquense Dr. João Gualberto Santana Maia. (Continuação)J. Santana Maia.JPGA sua opção não deixava dúvidas a quem quer que fosse. Escolhera o campo, a sua terra natal, de cariz rural, o interior do País para exercer a sua profissão, rejeitando um honroso convite que lhe teria permitido continuar em Coimbra, com outras condições de trabalho e outro estatuto.Embora durante parte do tempo em que cursou Medicina tivesse sempre tido explicandos, ao chegar a Mouriscas nunca pensou em ensinar. O seu propósito era, apenas e tão só, exercer a profissão de médico.Mas algum tempo depois a situação viria a alterar-se. Tudo mudou com o namoro e depois casamento com a jovem Cremilde, filha do casal de professores primários Maria Amélia e Matias Lopes Raposo.Nesse tempo já o professor Matias Raposo,costumava preparar alunos para o 3º ano liceal e para concursos do Caminho de Ferro e dos Correios, aos quais ministrava Matemática, Geografia e Português.Com o aumento de pretendentes ao ensino para o Caminho de Ferro, o seu sogro Matias Raposo, que tinha de cumprir as suas obrigações oficiais, como professor e oficial do Registo Civil, passou a andar deveras assoberbado.Foi então, ao ver tal situação, que o jovem médico João Gualberto, com algum tempo disponível, resolveu dar uma ajuda, que não lhe foi solicitada, passando a ficar responsável pelas explicações de Matemática. Foi assim que estes dois familiares mourisquenses, começaram a trabalhar em conjunto.A preparação escolar tinha a duração de três meses e o pleno êxito nos concursos depressa se divulgou por todo o País ao ponto da Escola de explicações ser conhecida no meio ferroviário como “Universidade Ferroviária de Mouriscas”. Foi então que às Mouriscas começou a chegar gente de todo o Portugal.Entrementes, surgiu um facto novo que viria a traçar novos rumos de vida para muitos jovens mourisquenses, até, então, dificilmente, concretizáveis. Os Caminhos de Ferro haviam fechado os concursos.Face a tal acontecimento, muitos explicandos viram goradas as suas expectativas e de modo a aproveitar os conhecimentos já adquiridos, solicitaram aos responsáveis pela Escola de Explicações que lhes ministrassem os saberes necessários de modo a poderem propor-se ao exame do 3 ano liceal. Aceite a pretensão e concluída com êxito esta primeira fase do ensino liceal, logo surge um novo pedido. Agora pretendiam alcançar o 6º ano liceal e para tanto serem preparados para o efeito. Os seus desejos foram satisfeitos. O sucesso verificado nos exames divulgou-se e começaram a chegar a Mouriscas alunos de todo o País.Foi assim que na freguesia de Mouriscas nasceu, em 1938, o Colégio Infante de Sagres, mais tarde Externato Infante de Sagres, que, embora não legalizado, já tinha muitos alunos. Viria a ser legalizado em 1948, chegando a ministrar o 7º ano do liceu.anuncio colegio.jpgFoi nesta altura que o nosso ilustre Dr. Santana Maia, sempre curioso e interessado na procura de novos conhecimentos e na valorização profissional, pensou em especializar-se em Oftalmologia e depois abrir consultório, desta especialidade, na cidade de Abrantes.Tinha planeado matricular-se do Instituto Gama Pinto, deslocando-se dois ou três, por semana, a Lisboa, com ida e volta, no mesmo dia. De carro ou de comboio.Começou a preparar-se com antecedência, comprando e estudando livros daquela área científica. Contudo, rebentara a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) que originou uma grave crise energética que teve implicações imediatas nos transportes públicos e particulares. Os horários dos comboios deixaram de cumprir-se e os automóveis de circular por falta de gasolina. Estes factos viriam a adiar os seus planos, no que respeita à ambicionada especialização.Mas por muito estranho que pareça, a frequência do Colégio aumentou neste período de crise e, em 1945, a gestão e aulas já tomavam muito tempo aos seus dois dirigentes.Foi então que o Dr. João Santana Maia, por falta de tempo para as duas actividades, teve de escolher entre o ensino e a especialidade. A opção foi o ensino e o desenvolvimento do Colégio, como actividades complementares da sua profissão de médico.De qualquer modo, o investimento que havia feito com compra e leitura de obras da especialidade, ser-lhe-ia muito útil na sua vida profissional. Os conhecimentos adquiridos dar-lhe-iam uma preciosa ajuda no tratamento dos olhos dos seus doentes.(Continua)Pesquisa e texto de: Carlos Bento, doutor em Ciências Sociais e Políticas, professor universitário e director do Centro de Estudos Sociais da ADIMO.
publicado por João Manuel Maia Alves às 19:38
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Casamentos à moda antiga ...

. Casamentos à moda antiga ...

. Casamentos à moda antiga

. Alcino Serras - atleta d...

. Paulo Lourenço – trabalho...

. Paulo Lourenço – trabalho...

. Major-general médico Carl...

. Curioso costume

. Notícia de 1901

. Chuva de estrelas nas fes...

.arquivos

. Junho 2016

. Maio 2016

. Maio 2014

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds